Código de Honra

“Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento.” (Mateus 22:37)

Estamos vivendo num mundo altamente liberal que resiste às regras e códigos de comportamento. Mesmo assim, existem muitos colégios, universidades e academias militares que têm seus códigos, indicando que comportamentos são aceitáveis para seus alunos.

Esses códigos de honra têm por objetivo colocar diante dos membros da comunidade, do grupo ao qual pertencem, princípios e valores para que todos possam viver de maneira responsável. Entre os itens incluídos, estão: vestimenta, apresentação pessoal, comportamento moral e social, não colar em provas, não mentir, etc.

Paulo emitiu um alerta para os filipenses: “Tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas” (Fp. 4:8).

Encontrei no livro Mensagens aos Jovens (p. 270) um pensamento que depois se tornou a chamada Legião de Honra dos jovens adventistas. Mesmo que tenha sido escrito na segunda metade do século 19, e a autora não tivesse titulação acadêmica, com largueza mental ela se mostra uma verdadeira educadora ao escrever para os jovens, incluindo seus filhos.

“Dizei firmemente: ‘Não passarei preciosos momentos na leitura daquilo de que nenhum proveito me será, e tão somente me incapacitará para ser prestativo aos outros. Dedicarei meu tempo e pensamentos, buscando habilitar-me para o serviço de Deus. Fecharei os olhos para as coisas frívolas e pecaminosas. Meus ouvidos pertencem ao Senhor, e não escutarei o sutil arrazoamento do inimigo. De maneira nenhuma minha voz se sujeitará a uma vontade que não esteja sob a influência do Espírito de Deus. Meu corpo é o templo do Espírito Santo, e cada faculdade de meu ser será consagrada para atividades dignas.’”

Ellen White menciona seis áreas para as quais devemos dedicar atenção na vida cristã: leitura, administração do tempo, escolher o que ver, escolher o que ouvir, escolher as palavras e o cuidado com o corpo. Esses itens também podem fazer parte do nosso código de honra pessoal.