Eu Quero Ir

"A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim." (Isaías 6:8)

Notícias desanimadoras chegavam do Reino do Norte. A ânsia pelo poder fazia homens se matarem. Os assírios já haviam tomado algumas cidades dos israelitas e o povo estava cada vez mais distante de Deus.

Ao andar pelas cidades israelitas, podia-se ver muitas colunas e templos a outros deuses. Profetas se levantaram para adverti-los, mas o povo não quis ouvir. Muitos até foram mortos.

O caos reinante tinha lógica. Quando estamos longe de Deus, não pode haver bênçãos.

E Isaías, com tristeza, percebeu que seu povo, Judá, estava no mesmo caminho. Seu pai lhe contara que o rei Joás não tivera consideração pelo filho do sacerdote Jeoiada, o profeta Zacarias, e de como havia tirado sua vida por ele falar sobre as coisas erradas que Judá estava fazendo. Foi num momento como esse que Deus o chamou (Isaías 6). Deus conhecia seu coração fiel e queria que ele falasse ao povo, mostrasse seus erros e pedisse que voltassem ao Senhor; senão, teriam o mesmo fim do Reino do Norte.

Isaías temeu. Ainda era muito jovem para uma responsabilidade tão grande. Lembrou-se das histórias de outros profetas. Gotas de suor rolaram por sua face. Deus, então, lhe mostrou Sua glória e santidade e purificou-lhe a vida, capacitando-o para a missão. Deus perguntou: “A quem enviarei?” Isaías não podia recuar. Lembrou-se do seu desejo de servi-Lo e também do amor maravilhoso dEle para com seu povo e como nunca os abandonara. “Eis-me aqui, Senhor, envia-me a mim.”

Foi o começo da jornada de um grande profeta.

Deus tem um trabalho para você em Sua obra, também. Ele quer capacitá-lo para ela. Para isso, você precisa dar-lhe o coração. Isaías venceu o medo e entregou-se.

Não tenha medo, apenas entregue-se e Ele o ajudará. Diga-Lhe: “Eis-me aqui”.