Deus Se antecipa à necessidade

"E será que, antes que clamem, Eu responderei; estando eles ainda falando, Eu os ouvirei." (Isaías 65:24)

Ao se aposentar, Josué Ezaledo decidiu com a esposa mudar-se de Santo André, SP, para alguma cidade do interior paulista. Vendeu seu apartamento em abril de 2007, e tinha três meses para desocupá-lo. Seu desejo era ir para Hortolândia, onde tinha muitos amigos, mas descobriu que o dinheiro que havia sobrado da venda de seu apartamento não seria suficiente para comprar uma casa ali.

Nessa ocasião um pastor lhe falou a respeito da cidade de Pilar do Sul, o que o entusiasmou. Os três meses de prazo passaram rapidamente e eles tiveram de desocupar o apartamento. Ao término de um culto, outro pastor, sabendo de suas intenções e dificuldades os aconselhou dizendo: “Por que vocês não vão para Pilar do Sul? É uma cidade calma e boa para quem está aposentado, tem uma igreja pequena e muitas oportunidades de trabalhar para Cristo.”

Devido à urgência, desta vez eles ouviram o conselho e decidiram visitar a cidade. Gostaram muito e encontraram uma casa com preço ao seu alcance. Pagaram uma parte e ficaram devendo o restante, que deveria ser pago em dez vezes.

Mas tiveram despesas extraordinárias e, após um mês, se defrontaram com o seguinte dilema: ou devolviam o dízimo ou pagavam a primeira prestação. Oraram a Deus, apresentando suas necessidades, e optaram por devolver o dízimo.

Aproximava-se o dia de pagar a prestação e ele não tinha o dinheiro. Em desespero, ajoelhou-se e clamou a Deus por auxílio. E após dez minutos começou a resposta de Deus. Recebeu um telegrama de sua irmã, que morava em São Paulo, dizendo ter recebido um telefonema da gerente do Banco em que era cliente, pedindo que ele entrasse em contato urgente com a agência. Seu coração bateu forte, pensando que teria mais alguma dívida para pagar. Mas ao telefonar, a gerente lhe disse que ao fazer uma revisão no seu Fundo de Garantia, notou que em 1970 ele havia deixado de receber uma pequena quantia, que agora já havia se transformado num bom dinheiro, o qual poderia ser retirado em qualquer agência da região, bastando para isso apresentar os seus documentos.

Ao desligar, algumas pessoas o viram chorando, por este milagre de Deus. Com o dinheiro recebido, ele não só pagou a primeira prestação, mas todas as dez, e ainda comprou alimentos e tudo o que necessitava.

Trinta e sete anos antes Deus havia retido aquele dinheiro, e o liberou na hora certa, como recompensa pela fidelidade do irmão Josué.