Qual a Minha Escolha?

Portanto, guardai muito a vossa alma, para amardes ao Senhor, vosso Deus. (Josué 23:11)

Josué já estava com mais de 100 anos. Passara a maior parte deles nas guerras de conquista e era hora de descansar. Mas se preocupava com o povo. Seria fiel à palavra de Deus? Expulsaria os moradores da terra, como o Senhor ordenara? Continuaria unido, ajudando um ao outro?

Lembrou-os de como Deus os abençoara e lhes dera a terra que seus pais rejeitaram. Guardara-os do mal, colocara medo nos povos ao redor. Lembrou-lhes os mandamentos e as promessas a todos os que lhes obedecessem, e também as maldições reservadas aos desobedientes. Convocou-os a servirem ao Senhor de todo o coração: “Se vos parece mal servir ao Senhor, escolhei, hoje, a quem sirvais [...] eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24:15).

Prometeram servir ao Senhor e o fizeram por algum tempo. Mas, que tristeza foi a história desse povo então! Enquanto havia um líder bom e temente a Deus, serviam-nO fielmente. Mas quando o líder era mal e desobediente, seguiam-no igualmente. Não expulsaram os povos da terra e estes os levaram a se separar de Deus. Trocaram o reinado divino por um reinado humano e tiveram muitos reis que os desviaram do caminho do Senhor. Passaram a brigar entre si, até que se dividiram e enfraqueceram. Fizeram o mal até que Deus os tirou da terra que lhes havia dado e tornaram-se escravos em outros reinos. Ainda hoje vivem em meio a guerras e discórdias, tudo porque escolheram seu próprio caminho.

Isso não o faz pensar? Será que não estamos repetindo a mesma historia, só que em época moderna? Não estamos sendo rebeldes à voz do Senhor? Não estamos fazendo escolhas que nos conservarão neste mundo em vez de desfrutarmos o que Ele nos tem preparado? A quem estamos servindo: ao Deus do Céu ou aos deuses deste mundo? O que você vai fazer quanto a isso? Nosso Amigo espera que mostremos de que lado estamos.