Sair Para Entrar

Dali nos tirou, para nos levar, e nos dar a terra que jurara a nossos pais. (Deuteronômio 6: 23)

O verso bíblico desta meditação pode nos ensinar que o plano divino para a santificação está em sair para entrar. A tradução francesa de Ostervald, desse texto, assim diz: “Fez-nos sair de lá para nos fazer entrar no país.”

Santificação é um estilo de vida que se processa saindo e entrando: sair da antiga maneira de viver para entrar num relacionamento íntimo com Deus; sair do Egito para entrar em Canaã; sair da terra da escravidão para entrar na terra do descanso, da liberdade, das bênçãos e da eternidade. Entre a saída do “Egito” e a entrada em Canaã, com a atuação do Espírito Santo, passamos pelo processo da santificação que nos habilita a entrar na Canaã celestial.

Santificação implica numa alienação total do “Egito”. O Egito personifica os costumes, hábitos, atitudes e pensamentos do mundo.

Não são muitos os cristãos de hoje que estão dispostos a enfrentar uma avaliação de Deus quanto à santificação de sua vida. O resultado dessa negligência é que não poucos que se consideram salvos ainda estão no “Egito”, presos aos seus pecados que, há muito, já deveriam ter sido abandonados. Em outras palavras, não saíram do “Egito”; seus hábitos, atitudes e pensamentos ainda permanecem em seu coração.

Só entraremos em Canaã se sairmos do “Egito”. Moisés, literalmente, entrou no Céu porque saiu do Egito (Hb 11: 27).

Antes de Israel sair do Egito, o povo se santificou. Depois de se santificar pela celebração da Páscoa, com os lombos cingidos, sapatos nos pés, e cajado à mão, o povo de Israel permanecera em pé, silenciosos, com respeitoso temor, mas expectantes, aguardando o mandado real que lhes ordenaria para que saíssem. Antes que a manhã raiasse, estavam a caminho. Quarenta anos depois, passando por muitas dificuldades e provações, chegaram! Chegaram e entraram!

Também já saímos do “Egito” e estamos a caminho de Canaã. Que Deus nos ajude para que, ao longo da jornada, nosso caráter seja transformado pelo processo da santificação e, então, chegaremos e entraremos! Isso pela graça de Deus!

REFLEXÃO: “Porquanto a graça de Deus se manifestou [...] educando-nos para que [...] vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 2: 11-13).