Noite e Manhã

Gritam-me de Seir: Guarda, a que hora estamos da noite? Guarda, a que horas? Respondeu o guarda: Vem a manhã, e também a noite. (Isaías 21: 11, 12)

Edom estava apreensivo quanto ao seu futuro. Será um futuro como a manhã ensolarada ou como as aterradoras trevas da noite?

Do silêncio das trevas vinha a pergunta: “Guarda, a que hora estamos da noite?” Para Edom, tratava-se de uma longa e insuportável noite, cheia de ansiedades e interrogações. Por isso, ansiavam pela chegada do dia para acalmar seus temores.

Havia, porém, poucas esperanças para Edom. Os edomitas iriam colher o que semearam. Os tempos que se avizinhavam eram incertos e aterradores. “Como te alegraste com a sorte da casa de Israel, porque foi desolada, assim também farei a ti; desolado serás, ó monte Seir e todo o Edom, sim, todo” (Ez 35: 15).

Esses fatos apontam para o fim da história deste mundo, “porque eis que as trevas cobrem a Terra, e a escuridão os povos; mas sobre ti aparece resplendente o Senhor, e Sua glória se vê sobre ti” (Is 60:2). No fim dos tempos, vai acontecer com o povo de Deus como aconteceu com os israelitas, quando os edomitas se alegraram com a sua desgraça.

À medida que o fim se aproxima, os arautos do advento, os proclamadores das três mensagens angélicas, os santos perseverantes, devem estar atentos para dar respostas de esperança a quem perguntar: “A que hora da longa noite da Terra estamos, e quando chegará o amanhecer do dia eterno?”

“Ao serem consultadas as sentinelas: ‘Guarda, que houve de noite’? é dada sem vacilação a resposta: ‘Vem a manhã, e também a noite’ [...] Brilha a luz nas nuvens, sobre o cume das montanhas. Revelar-se-á em breve a Sua glória. O Sol da justiça está prestes a raiar. A manhã e a noite estão ambas às portas – o iniciar de um dia intérmino para os justos, e o baixar de eterna noite para os ímpios” (O Grande Conflito, p. 632).

Para este primeiro de novembro, esta é a nossa mensagem de ânimo para todos os santos que aguardam ansiosamente a chegada daquele novo dia: “Glorioso será o livramento dos que pacientemente esperaram pela Sua vinda, e cujos nomes estão escritos no livro da vida” (ibid., p. 634). Será noite para os ímpios e manhã para os santos! A manhã dos santos logo raiará!

REFLEXÃO: Pergunta: “A que hora estamos da noite?” (Is 21:11). Resposta: Está na “hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos” (Rm 13:11).