Cabeça Oca


“O falar amável é árvore de vida, mas o falar enganoso esmaga o espírito” (Provérbios 15:4).

Esta lição tem por objetivo elevar a sensibilidade dos juvenis e jovens para que tenham atitudes mais positivas em relação a outros jovens.

Recursos Visuais:

1. Uma tigela com pedestal ornamental; uma mais alta é melhor.
2. Garrafa plástica transparente de dois litros, com um buraco grande na parte de trás. Coloque terra e uma plantinha- a “planta da amizade” dentro da garrafa.
3. Franja de tecido.
4. Um martelo grande com uma etiqueta amarrada nele, onde deve estar escrita a seguinte frase: “Novo Aluno: você é um gordo, quatro olhos, sardento e antipático”.
5. Olhos, orelhas, boca, gravata borboleta, óculos e um nariz grande, todos coloridos com caneta hidrográfica.

(Esta lição funciona melhor no ambiente da sala de aula e é contada como segue.)

Quantos de vocês conseguem se lembrar de seu primeiro dia na escola? Vocês se lembram de como se sentiram com todas aquelas pessoas desconhecidas? Quantos de vocês já foram transferidos de uma escola para outra? É difícil ser o novo aluno na classe, não é mesmo?

Esta é a história de um rapaz que chamarei de “Novo Aluno”. Os pais do Novo Aluno se mudaram e ele teve que freqüentar uma outra escola. O Novo Aluno era um menino bom, embora tivesse orelhas realmente grandes (cole as orelhas na garrafa).

Ele lia muitos livros e usava óculos do tipo “fundo de garrafa”, mas era um menino muito bom. Era bondoso com seu cachorro e conversava todos os dias com seu peixe-dourado (cole os óculos com os olhos desenhados ao fundo).

O Novo aluno estava sempre bem vestido. Gostava muito de fazer seus trabalhos em computador e de estudar ciências. Ele era muito inteligente (cole a boca e a gravata borboleta).

Nessa nova escola do Novo Aluno, a menina mais bonita se chamava Ritinha Cabeça Oca (coloque a tigela com pedestal). A Ritinha Cabeça Oca era uma menina traiçoeira, mas com olhos lindos (cole os olhos). Ela também tinha lindos cabeços longos (coloque a franja sobre a tigela). Todos admiravam a sua beleza e o coração dos meninos disparava por ela: “Tum, tum, tum, tum”.

No primeiro dia de aula do Novo Aluno, a Ritinha Cabeça Oca já não gostou dele. Ela disse que ele parecia um bobo e fez piadas e gozações a respeito do Novo Aluno pelas costas. Todas as crianças se uniram a ela na gozação, simplesmente porque a Ritinha Cabeça Oca não se simpatizou com ele.

Pobre do Novo Aluno... Não conseguia fazer amigos por causa da Ritinha. Ele se sentiu sozinho e desanimado. A mãe, vendo a frustração do menino, disse-lhe que o interior da pessoa era o que realmente importava. O Novo Aluno era como esta pequena “planta da amizade”. Por dentro, ele era uma pessoa linda (pegue a garrafa e vire-a a fim de que todos possam ver a planta).

Certo dia, depois que o Novo Aluno estava freqüentando a escola já por mais de duas semanas, a Ritinha Cabeça Oca fez algo terrível. Ela tinha inveja do Novo Aluno porque ele era muito inteligente, então, caminhou diretamente na direção do Novo Aluno e gritou diante de todos: “Novo Aluno você é um gordo, quatro olhos, sardento e antipático!”

Essas palavras feriram muito o Novo Aluno. Tanto, que ele ficou esmagado e realmente decepcionado e muito triste. (Pegue o martelo com as palavras coladas e bata no Novo Aluno; achate a garrafa e assegure-se de esmagar também a planta. Invariavelmente, as crianças ficarão tristes quando você esmagar a planta. Elas já têm afeição pela plantinha que você destruiu. Nesse momento, você pergunta se a pessoa ou a planta é o mais importante). Lembre às crianças de Provérbios 15:4: “O falar amável é árvore de vida, mas o falar enganoso esmaga o espírito.”