Ande Cuidadosamente com Seus Amigos


“Duas pessoas andarão juntas se não estiverem de acordo?” (Amós 3:3).

Recurso Visual: Três cordas parcialmente trançadas.

Se você tiver que fazer uma longa caminhada com alguém, não seria mais divertido fazê-la com um amigo? A Bíblia pergunta: “Duas pessoas andarão juntas se não estiverem de acordo?” (Amós 3:3). Será que essa pergunta também se aplica aos animais. Vocês conhecem alguns animais que têm de fazer um acordo antes de caminharem juntos? Certamente que há, e muitos.

Por exemplo, temos a magricela emplumada, chamada de garça-real. Essas aves são as melhores amigas das vacas. Sete ou oito garças caminham atrás das patas desses grandes animais. Eles caminham juntos, mas as garças não comem a grama, e as vacas não pensariam em mastigar as rãs e os sapos. De vez em quando, as garças até mesmo pegam uma carona nas costas de uma vaca e ficam atentas a qualquer inseto que pouse nas costas dela, tornando-se imediatamente seu aperitivo. Esses dois animais, definitivamente, sabem andar juntos.

Quando penso na garça-real e sua amiga vaca, penso também na amizade entre pessoas como eu e você. Há um verso na Bíblia que diz: “Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade” (Eclesiastes 4:12). Em outras palavras, quando três pedaços de corda como estes (mostrar) são trançados, ficam muito mais fortes do que individualmente.

Assim como a corda, há três coisas que fortalecem a amizade. A primeira é que os amigos necessitam um do outro. Esta é a primeira corda de uma grande amizade (segure uma das cordas). A vaca e a garça-real podem viver bem uma sem a outra, mas vivem muito melhor quando estão juntas.

É isso o que torna a segunda corda importante (segure a segunda corda), pois elas necessitam uma da outra. Quando a garça-real está pegando carona nas costas da vaca, está desfrutando de sua refeição. Quando ela come os insetos, estes não depositam ovos nos pelos da vaca e que a fariam sentir-se mal e até causar grandes feridas.

Isso, então, leva-nos à terceira corda, que significa a corda da amizade. Os amigos apreciam um ao outro. A vaca poderia facilmente ficar cansada com a presença da garça-real e esmagá-la, mas isso não seria sensato. A garça ajuda a vaca, mesmo que de vez em quando fique sob suas patas. Bem, podemos ver que a vaca aprecia a garça-real e a garça-real aprecia a vaca.

Esses são, portanto, os pontos fortes entre dois bons amigos: (1) necessitam um do outro; (2) ajudam um ao outro, e (3) apreciam um ao outro.

Estas são também as três cordas que fortalecem a amizade cristã. Necessitamos uns dos outros, ajudamo-nos mutuamente e apreciamos uns aos outros. Se alguma vez você conseguir ver uma garça-real caminhando com as vacas, lembre-se desses três elementos que fortalecem a amizade. Necessitar um do outro, ajudar um ao outro e apreciar um ao outro.