NA PRESENÇA DE HERODES

UMA VIDA COM PROPÓSITO

A vida cristã é uma vida de lutas, de batalhas e de contínuo conflito. Entretanto, cada ato de obediência a Cristo, cada ato de abnegação por amor a Ele, cada prova bem suportada, toda vitória alcançada sobre a tentação, é um passo na marcha rumo a glória, ao triunfo final.

JESUS, MEU EXEMPLO DE VIDA

Pilatos, ao saber que Herodes estava em Jerusalém, sentiu-se livre da responsabilidade de julgar a Cristo. Aliviado, pediu a seus soldados que levassem Cristo a Herodes.

"Herodes nunca havia se encontrado com Jesus, mas havia muito desejava vê-Lo e testemunhar Seus maravilhosos milagres. Quando o Salvador foi conduzido a sua presença, a turba se agitou, acotovelando-se. Gritavam coisas diferentes, produzindo um vozerio confuso. Herodes ordenou silêncio, pois desejava interrogar o prisioneiro.

Comovido e curioso, olhou o rosto pálido de Jesus. Viu nele traços de profunda sabedoria e pureza. Estava convencido, assim como Pilatos, de que somente a maldade e a inveja eram os únicos motivos que levaram os judeus a acusa-Lo:'’ “Jesus nada respondeu às muitas perguntas a Ele feitas por Herodes; tampouco replicou a Seus inimigos que O estavam a acusar veementemente. Herodes se encolerizou porque Jesus não pareceu temer seu poder, e com seus homens de guerra escarneceu, zombou do Filho de Deus e O maItratou.”

"O rosto de Herodes se ensombrou de paixão. Voltando-se para a turba, acusou, encolerizado, a Jesus de impostor, E depois, para Ele: se não deres prova de Tua pretensão, entregar-Te-ei aos soldados e ao povo. Talvez sejam bem-sucedidos em Te fazer falar. Se és um impostor, a morte por suas mãos é a única coisa que mereces; se és o Filho de Deus, salva-Te a Ti mesmo operando um milagre.

Mal se proferiram essas palavras, e fez-se uma arremetida para Cristo. Como animais ferozes precipitou-se a multidão para sua presa. Jesus foi arrastado de um lado para outro, unindo-se Herodes à turba em buscar humilhar o Filho de Deus. Não se houvessem interposto os soldados romanos, repelindo para trás a massa enfurecida, e o Salvador teria sido feito em pedaços.”

"Ao notar o perverso rei que Jesus sofria em silêncio todas as injúrias, comoveu-se com um repentino receio de que não tinha diante de si um homem comum. Ficou perplexo com a idéia de que aquele prisioneiro pudesse ser alguma divindade que descera à Terra.

Herodes não ousou confirmar a condenação de Jesus. Desejava livrar-se daquela terrível responsabilidade e então enviou-O de volta a Pilatos"

VIVENDO COMO UM DISCÍPULO

Sozinhos, não alcançaremos a transformação. Não podemos, por nossas forças, crescer espiritualmente. Unicamente mediante a aceitação de Cristo em nosso viver, obteremos a transformação de caráter.

É amando-O, imitando-O, confiando inteiramente nEle, que haveremos de ser transformados à Sua semelhança.