NA PRESENÇA DE PILATOS

UMA VIDA COM PROPÓSITO

A vida espiritual não se pode estabelecer sobre incertezas. E pela fé que cremos na existência de Deus e em Suas revelações: Cristo, a Bíblia e a natureza.

JESUS, MEU EXEMPLO DE VIDA

"Após ter sido condenado pelos juízes do Sinédrio, Cristo foi levado a presença de Pilatos ..."

"Desde o princípio, Pilatos estava convencido de que Jesus não era um homem comum. Cria que tinha um excelente caráter, e inteiramente inocente das acusações feitas contra Ele."

"Pilatos não se deixou enganar pelo depoimento das falsas testemunhas. Voltou-se para o Salvador e perguntou:

'És Tu o Rei dos judeus? Respondeu-lhe Jesus: Tu o dizes' (Mateus 27:11).

Ao ouvirem essa resposta, Caifás e os que o acompanhavam apelaram para o testemunho que o próprio Pilatos acabava de ouvir dos lábios de Jesus, de que Ele era, de fato, culpado do crime de que O acusavam. Em altos brados, pediram Sua condenação à morte.

Como Cristo nada respondesse aos Seus acusadores, Pilatos Lhe disse: 'Nada respondes? Vê quantas acusações Te fazem! Jesus, porém, não respondeu' (Marcos 15:4 e 5).”

“Jesus não respondeu diretamente a essa pergunta. Sabia que o Espírito Santo estava lutando com Pilatos, e deu-lhe oportunidade de reconhecer a própria convicção. ‘Tu dizes isto de ti mesmo', perguntou, 'ou disseram-no outros de Mim?’ (João 18:34). Isto é, era a acusação dos sacerdotes, ou o desejo de receber luz de Cristo, que motivava a pergunta de Pilatos? Pilatos compreendeu a intenção de Jesus; mas surgiu o orgulho em seu coração. Não queria reconhecer a convicção que o assaltava. 'Porventura sou eu judeu?' disse. 'A Tua nação e os principais dos sacerdotes entregaram-Te a mim; que fizeste?’ (João 18:35).

Passara a oportunidade áurea de Pilatos. Todavia, Jesus não o deixou ainda sem luz Conquanto não respondesse diretamente a pergunta de Pilatos, declarou abertamente a própria missão. Deu a entender a Pilatos que não buscava um trono terrestre.

'O Meu reino não é deste mundo', disse Ele,'se o Meu reino fosse deste mundo, pelejariam os Meus servos, para que Eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o Meu reino não e daqui. Disse-Lhe Pilatos: Logo Tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que Eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a Minha voz.’ (João 18:36 e 37).”

"Até ali Pilatos não havia pensado em condenar Jesus, pois estava certo de Sua inocência:” "Quando Pilatos ouviu que Herodes estava em Jerusalém, sentiu-se grandemente aliviado; pois esperava livrar-se de toda a responsabilidade no julgamento e condenação de Jesus. Logo O enviou, com Seus acusadores, a Herodes.”

VIVENDO COMO UM DISCÍPULO

Assim como Cristo, podemos sofrer muitas injustiças, mas devemos ter a certeza de que o nosso reino não é deste mundo, e que a recompensa que nos aguarda é a vida eterna com Cristo.