O TRISTE FIM DE JUDAS

UMA VIDA COM PROPÓSITO

Deus nunca desampara Seus filhos. Assim como foi com Moisés, Elias e outros, Seu favor se manifesta em nós, a cada dia, para nos dar vitória sobre o mal. Devemos apenas tomar posição ao Seu lado, e esperar pacientemente nEle, pois Ele sabe o que é melhor para nossa vida.

JESUS, MEU EXEMPLO DE VIDA

"Judas tinha naturalmente um forte amor pelo dinheiro, mas não era corrupto e vil a ponto de praticar tal ato. Cultivou, porém, o espírito de avareza até que esse alcançou pleno domínio sobre sua vida, e agora, podia vender o seu Senhor por trinta moedas de prata, 0 preço de um escravo. (Êxodo 21:28-32) Com um beijo traiu o Salvador no Getsêmani.

Depois de entregá-Lo, seguiu cada passo do Filho de Deus, desde o jardim até o interrogatório diante dos príncipes do povo. Não acreditava que Jesus consentiria em ser morto por eles conforme O ameaçaram.

A cada momento esperava vê-Lo libertado e protegido pelo poder divino, como havia sido no passado. Mas a medida que as horas passavam e Jesus Se submetia pacientemente a todas as injúrias e insultos, um terrível medo apossou-se do traidor, levando-o a crer que, de fato, ele havia traído Seu Mestre para ser morto."

"Judas ficou cheio de amargurado remorso e vergonha pelo seu traiçoeiro ato de entregar a Jesus. E quando testemunhou o mau trato que o Salvador suportava, ficou vencido. Havia amado a Jesus, mas amara mais o dinheiro. Não pensara que Jesus tolerasse o ser preso pela turba que ele guiara. Esperara que Ele operasse um milagre, e deles Se libertasse. Mas quando viu a multidão enfurecida na audiência, sedenta de sangue, sentiu profundamente o seu erro; e, enquanto muitos estavam veementemente a acusar Jesus, Judas precipitou-se através da multidão confessando que tinha pecado, traindo sangue inocente. Ofereceu aos sacerdotes o dinheiro que lhe haviam pago e rogou-lhes que livrassem a Jesus, declarando que Ele era inteiramente inocente."

"Jesus sabia que Judas não havia se arrependido verdadeiramente do seu ato. O falso discípulo temia a punição pelo que havia feito, mas não sentiu genuína tristeza por ter entregue o imaculado Filho de Deus.

Mesmo assim, Jesus não lhe dirigiu nenhuma palavra de condenação. Olhou-o com piedade e disse: 'Para isso nasci e para isso vim ao mundo' (João 18:37).

Um murmúrio de admiração correu pela multidão. Com espanto, presenciaram a longanimidade de Cristo para com Seu traidor.

Quando Judas percebeu que suas súplicas não dariam resultado, saiu correndo da sala, gritando: 'É tarde, é tarde demais!' Sentiu que não podia suportar a crucifixão de Jesus e, em desespero, foi e enforcou-se."

VIVENDO COMO UM DISCÍPULO

A vida de Judas é um quadro triste que nos leva a refletir qual caminho devemos escolher: confessar a Cristo nosso pecado ou seguir o caminho da morte eterna.

Coloque hoje mesmo sua vida nas mãos do Grande Mestre. Confie nEle; Seus braços estão abertos para lhe dar o perdão. Confesse seu pecado, Ele é fiel e justo para lhe perdoar.