O GETSÊMANI

UMA VIDA COM PROPÓSITO

Buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça..." (Mateus 6:33). A Bíblia nos ensina que devemos amar em primeiro lugar a Deus, e depois ao próximo. Esta é a síntese dos dez mandamentos. Em contrapartida a esse princípio divino, Satanás nos oferece outras possibilidades que nos colocam distantes de Deus e do próximo.

Devemos olhar para Jesus e tê-Lo como fonte de inspiração para nossa prática de vida. Sua existência entre nos foi marcada pela oração, comunhão com o Pai e serviço pelo próximo.

JESUS, MEU EXEMPLO DE VIDA

"A vida do Salvador na Terra foi dedicada a oração. Passou muitas horas a sós com Deus e, com freqüência, Suas preces sinceras subiam ao trono celeste, buscando sabedoria e força de que necessitava para sustê-Lo em Sua obra e para guardá-Lo de cair nas tentações de Satanás."

Foi com o espírito de oração e entrega a Deus, que "em companhia dos discípulos, fez o Salvador vagarosamente o caminho para o jardim do Getsêmani. A Lua pascoal, clara e cheia, brilhava num céu sem nuvens. Silenciara a cidade de tendas de peregrinos. [...]

Ao aproximarem-se do jardim, os discípulos notaram a mudança que se operara em seu Mestre. Nunca dantes O tinham visto tão indizivelmente triste e silencioso. À medida que avançava, mais se aprofundava essa estranha tristeza; todavia, não ousavam interrogá-Lo quanto a causa da mesma. Seu corpo cambaleava como se estivesse prestes a cair. Ao chegar ao jardim, os discípulos, ansiosos, procuraram o lugar habitual do retiro do Mestre, para que Ele pudesse descansar. Cada passo que dava agora, fazia-o com extrema esforço. Gemia alto, como sob a opressão de terrível fardo. Por duas vezes os companheiros O sustiveram, do contrario teria tombado por terra."

"A terrível noite de agonia para o Salvador começou quando Se aproximou do jardim. Parecia que a presença de Deus, que até então O sustentara, não mais O acompanhava. Começou a sentir o que significa separar-Se do Pai. [...]

Cristo não sofria por Seus pecados, mas pelos pecados do mundo. Sentia o desagrado de Deus contra o pecado como o pecador sentirá no grande dia do juízo."

"No entanto, esse ser glorioso amou o pobre pecador, e tomou sobre Si a forma de servo, para que pudesse sofrer e morrer em lugar do homem. Jesus poderia ter ficado à destra do Pai, usando a coroa e as vestes reais. Mas preferiu trocar as riquezas, honra e glória do Céu pela pobreza da humanidade, e Sua posição de alto comando pelos horrores do Getsêmani e a humilhação e agonia do Calvário."

VIVENDO COMO UM DISCÍPULO

Enquanto Jesus sofria naquela noite escura e tenebrosa, os homens pelos quais estava a padecer simplesmente dormiam, despercebidos do que estava prestes a acontecer. Jesus estava para morrer a fim de salvar a humanidade. Ele desejava a companhia dos Seus amigos e anelava que orassem com Ele.

Hoje, o que o Salvador espera de nós? Apenas que atendamos ao Seu convite e nos entreguemos a Ele. Assim, iremos receber poder para um viver santo e teremos força espiritual que precisamos, por meio de Sua graça