Andrócles e o leão

Há um relato famoso sobre os resultados de uma grande amizade. Trata-se da história de Andrócles e o leão.

Andrócles era um pobre escravo que fugiu da casa de seu senhor em Roma. Correndo vários quilômetros pela floresta, escondeu-se numa caverna. Estava faminto e com frio. Então, logo adormeceu.

Quando acordou, quase morreu de susto. Um leão estava ao seu lado. Entretanto, percebeu que o animal não queria devorá-lo, apenas mancava inquieto. De alguma forma inexplicável, Andrócles examinou a pata do leão e encontrou um espinho comprido. Era isso que incomodava o animal. Bastou um forte puxão e o animal pôs-se a lamber o novo amigo. Tornaram-se grandes amigos e viveram muito tempo juntos. Tudo parecia perfeito, até que alguns soldados encontraram Andrócles na caverna, e ele foi levado de volta para Roma.

A lei dizia que o escravo que fugisse seria colocado numa arena para enfrentar um leão. "Que ironia", pensou Andrócles, "meu melhor amigo foi um leão, e agora serei morto por outro!"

No dia marcado, Andrócles foi levado à arena lotada. Não havia a menor chance de escapar daquele trágico momento. Os rugidos do leão o faziam tremer por inteiro.

Quando o animal foi solto, Andrócles deu um pulo de alegria, pois o leão à sua frente era o velho amigo da caverna! A multidão não pôde acreditar no que via: O escravo abraçava o pescoço do leão, e este lhe dava carinhosas lambidas. Andrócles, então, contou para todos sobre a amizade entre ele e o leão, nascida numa caverna.

O povo, que não era tão mau assim, gritou em coro:

– Libertem o homem! E libertem também o leão!

E os dois viveram juntos novamente, felizes por sua liberdade.

Um gesto de bondade pode mudar uma vida. Que boa ação você pretende praticar hoje?


"Antes sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo." (Efesios 4:32)