Deixe a Raiva Secar

Talita ganhou de presente um joguinho de chá. Ela convidou sua amiguinha para brincar. Depois de algum tempo brincando juntas, Talita foi para dentro de casa, deixando Letícia com seus brinquedos.

Quando voltou, Talita ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá jogado pelo chão. Notou a falta de algumas peças, e a bandejinha estava toda quebrada. Furiosa, ela foi desabafar com a mãe:

– A senhora não vai acreditar no que a Letícia fez! Estragou meu brinquedo novo e ainda sumiu com algumas peças.

Vermelha de raiva, Talita pediu para ir à casa de Letícia pedir explicações. Mas, com voz mansa, a mãe ponderou:

– Filhinha, você se lembra daquele dia em que saiu com um vestido branco e um carro que passava jogou lama nele? Quando chegou em casa você queria lavar imediatamente o vestido, mas a vovó não deixou. Lembra-se do que ela disse?

– Ela disse para deixar o barro secar primeiro, pois ficaria mais fácil para limpar.

– Pois bem, com a raiva é a mesma coisa. Deixe a raiva secar primeiro. Depois, você resolverá tudo.

Talita ficou pensativa por um instante, e disse:

– Tudo bem, depois eu resolvo. Vou assistir televisão.

Uma hora depois, alguém tocou a campainha. Era Letícia, com um embrulho na mão. Então, ela falou:

– Talita, lembra-se daquele menino da outra rua que fica correndo atrás da gente? Ele apareceu para brincar com suas coisas, mas eu não deixei. Ele então quebrou o brinquedo que você ganhou. Fiquei tão assustada que corri para casa. Mamãe ficou preocupada e resolveu comprar para você outro brinquedo igualzinho. Espero que você não fique com raiva de mim. Não foi minha culpa.

– Não tem problema. Minha raiva já secou!

Que bom que Talita seguiu o conselho da mãe e esperou a raiva passar!


"Se vocês ficarem com raiva, não deixem que isso faça com que pequem e não fiquem o dia inteiro com raiva." (Efésios 4:26)