O sistema de aquecimento da igreja



Cinco recém graduados estudantes de teologia visitavam Londres, emocionados com a oportunidade de ouvir algum destacado pregador antes da sua ordenação para o ministério. O forte sol de verão os castigava, enquanto aguardavam que as portas do tabernáculo de Spurgeon fossem abertas, a mesma igreja do mais famoso pregador daquele tempo.

Um estrangeiro se aproximou deles e lhes disse: “Enquanto vocês estão esperando, não gostariam de ver o sistema de aquecimento da igreja?”.

Ver o sistema de aquecimento em um dia abrasador de julho era a última coisa que eles tinham em mente, mas aceitaram o convite. Foram conduzidos alguns degraus abaixo para uma porta no subsolo. O guia abriu a porta e sussurrou em tom baixo: “Este é o sistema de aquecimento de nossa igreja”.

Os jovens pastores viram diante deles 700 pessoas ajoelhadas em oração, suplicando as bênçãos de Deus para a reunião evangelística que seria conduzida no salão superior. O guia desconhecido se apresentou como o próprio Charles Spurgeon. O ministério de Spurgeon foi poderoso por causa da oração.

Por que permanecer sem poder em nossas vidas ou igrejas, quando o potencial é tão grande?

Spurgeon disse certa vez: “Quando Deus deseja fazer uma grande obra, ELE primeiro coloca Seu povo para orar”.

Max Lucado também se expressou, assim: “Quando nós trabalhamos, apenas trabalhamos. Mas quando nós oramos, Deus trabalha!”.


“Orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz.” (Tiago 5:16)

“O Senhor ... ouve a oração dos justos”. (Provérbios 15:29)