O Vaso e a Flor



Era um vez um vaso de porcelana solitário que sempre reclamava por viver vazio e sem ânimo numa casa enorme.

Certo dia, uma bela flor o procurou com a proposta de ser plantada no vaso, pois queria uma vida mais longa, pois, vivendo só na água, sua existência seria bem mais curta.

O vaso, por sua vez, protestou porque não permitia a idéia de colorarem terra em seu corpo.

A flor, triste, ainda tentou convencê-lo ao dizer que seria muito bom viverem juntos, porque todos veriam que poderiam viver um para o outro.

Passou algum tempo e o vaso, então, pensou, e chegou à conclusão de que ele seria bem mais feliz ajudando a flor.

Assim, no jardim da casa, o ex-solitário vaso de porcelana e a linda flor estavam felizes; compreenderam que, para serem felizes, é importante fazer outros felizes.


“Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas.” (Mateus 7:12)

“Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.” (Salmos 133:1)