Aparência de Fé

Ouvi falar de um homem que, há anos atrás, empurrava um carrinho de mão equilibrado numa corda esticada sobre o rio Niágara, América do Norte. Milhares de pessoas o aclamavam, enquanto era colocado um saco de areia de 100 quilos sobre o carrinho, que o homem empurrava de um lado para o outro. Em certa ocasião, olhou para a multidão e perguntou:

- Quem ai acredita que eu posso carregar um homem neste carrinho?

- Todos acreditam! - bradou um espectador da frente da fila muito entusiasmado.

O homem, então, voltou-se para ele, dizendo:

- Pois venha você!

Diante disso, o cidadão imediatamente retirou-se, pois não cria de fato.

Ele pensava que cria, mas não queria de modo algum dar uma prova de sua crença. Igualmente acontece com relação a Cristo. Muitos dizem que crêem nele e que o seguem. Mas não fazem nada para entrar no carrinho de mão. Tais pessoas nunca assumiram um compromisso ou se submeteram realmente a Cristo.


“ Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem.
Pela fé entendemos que os mundos foram criados pela palavra de Deus; de modo que o visível não foi feito daquilo que se vê.
Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” (Hebreus 11:1,3,6)