Central de Hospitalidade
                              Priscila


O que pode acontecer quando uma mulher usa sua casa como uma central de trabalho, hospitalidade e ministério? O que pode acontecer se essa mulher for uma professora talentosa - bem como seu marido? Esta e a história de Priscila.

O primeiro registro sobre Priscila e Áquila encontra-se em Atos 18. Eles eram judeus e tinham acabado de chegar em Corinto, vindos de Roma. Em Corinto, estabeleceram seu negócio de tendas e logo conheceram outro fabricante chamado Paulo, a quem convidaram para ir a Casa deles. O convidado ficou um ano e meio!

Imagine as conversas desses três novos convertidos, enquanto estavam assentados ao lado da fogueira, tarde da noite! Inspirados por Deus, estimulavam uns aos outros, de forma que Paulo se tornou o primeiro missionário cristão.

Quando Paulo deixou Corinto, Priscila e Áquila também partiram com ele - mas foram só até Éfeso, enquanto Paulo retornou para Jerusalém. Ficaram em Éfeso, fundaram uma igreja em sua casa e lá preparavam as pessoas para a volta de Paulo.

Enquanto isso, um pregador fervoroso e sábio, chamado Apolo, chegou do Egito. Priscila e Áquila convidaram-no a ficar em sua casa e "lhe declararam mais precisamente o caminho de Deus" (Atos 18: 26). Apolo continuou sua viagem, como um missionário mais capaz do que nunca. Quando Paulo retornou a Éfeso, Priscila e Áquila haviam voltado a Roma, e reuniam a igreja em sua casa.

Duas das cartas de Paulo falam de Priscila e Áquila. Dizem que eles arriscaram a vida por Paulo e que eram seus "colaboradores em Cristo Jesus" (Romanos 16: 3). Priscila não via seu lar como um espaço privado, mas sim, como um centro de ministério.

Ela usava seu lar para a causa de Cristo. Mesmo se estivesse instruindo um missionário ardente, mas mal orientado; arrumando a bagunça deixada após as reuniões da igreja; fazendo tendas ou se mudando para uma nova casa, onde faria tudo da mesma forma de novo. E durante tudo isso, ela e seu marido estavam sempre juntos, lado a lado. Eles formavam uma equipe.

O que você pode aprender com a história de Priscila? Pode imitá-la, não se apegando tanto as suas posses. Seja seu "lar" uma mansão, um cômodo ou um apartamento de dois quartos, você pode dividir o que é seu com o povo de Deus e com aqueles que precisam ouvir sobre Ele.

Se você é tentada a pensar em seu tempo como algo de maior valor que suas posses, pode dividi-lo também. E quando precisar mudar-se para outro lugar, poderá empacotar o essencial, deixar o resto e ir para onde seu próximo compromisso a espera.




Para saber mais a respeito de Priscila, leia Atos 18, Romanos 16: 1 à 5 e I Corintios 16: 19 e 20.