As Vestes

Porque me cobriu com vestes de salvação e me envolveu com o manto de justiça, como noivo que se adorna de turbante, como noiva que se enfeita com as suas joias. Isaías 61:10

Se houvesse uma promoção no shopping, e uma famosa marca estivesse distribuindo jeans gratuitamente – sem restrições, sem perguntas, sem limite no estoque, sem precisar acotovelar-se e empurrar, com a garantia de que todos na fila receberiam uma calça totalmente de graça, em seu tamanho – não chamaríamos todas as nossas amigas a fim de que entrassem na fila para receber suas calças jeans grátis? E não estaríamos lá também?

Aquilo de que realmente necessitamos, entretanto, é o traje que só Jesus pode dar. Primeiro, Ele deu Seu sangue por nós; então, deu Seu manto de justiça para cobrir nossos andrajos imundos (ver Zacarias 3:1-5; Mateus 22:1-13). Mas precisamos aceitar o manto e vesti-lo. É somente pela fé que o aceitamos. É nossa única esperança, agora e no juízo.

Devemos ter fé suficiente para crer que Jesus deseja cobrir nossos pecados, e devemos aceitar isso – porém, existe algo mais. Quando entendermos quão afortunadas somos por receber esse oferecimento de vestes gratuitas, nós nos sentiremos tão gratas a Jesus por tê-las oferecido que desejaremos obedecer-Lhe em tudo quanto nos pedir que façamos. Ficaremos tão entusiasmadas por receber vestes gratuitas que desejaremos contar a nossos familiares, amigos, aqueles com quem trabalhamos e até mesmo a estranhos na rua!

Jesus oferece vestes gratuitamente e precisamos ficar eufóricas diante dessa oferta! Muitas de nós acreditam que Ele nos dá o manto de graça, e talvez o aceitemos (ou pensamos tê-lo aceitado). Mas quem sabe o aceitamos do nosso jeito, ou com um pouco de dúvida. Porém, seja como for que o aceitemos, de alguma forma não acreditamos de maneira plena que ele seja totalmente grátis para todos, ou que haja um estoque interminável, e assim não vibramos o suficiente para ir contar aos familiares, amigos, vizinhos e a todos por quem passamos na rua. Aceitamos a dádiva, mas nós a guardamos e não contamos a boa notícia acerca desse presente aos outros. Tememos que não apreciem o estilo ou que o estoque acabe ou que, se for necessária a troca, não haja mais outra peça.

Irmãs, essas vestes são gratuitas! Isso é fantástico! Vão, contem a suas amigas antes que a oferta acabe!

(Elizabeth Versteegh Odiyar)