Minha Vida

Como é grande a Tua bondade! Salmo 31:19.

Depois de ter crescido numa cidadezinha do interior do país, mudei-me para a capital, a fim de cursar a universidade. Fiquei encantada com os novos amigos e com a liberdade de viver por conta própria. Experimentei de tudo. Por quatro anos e meio, essa foi a minha maneira de viver. Eu não cria em Deus. Nem mesmo pensava em frequentar uma igreja. A Bíblia era estranha para mim, eu pouco sabia acerca de Jesus e não tinha ideia de que Ele retornará.

Cansada das festas, comecei a pensar em suicídio. O que aconteceria se eu me matasse? Iria para o inferno? Apesar de ter aprendido isso na infância, não acreditava. Em que deveria acreditar? Eu não sabia nada sobre a vida. Um grande vazio tomou conta de mim, porque vivia longe dos meus pais. Eles não sabiam das minhas necessidades.

Numa sexta-feira à noite, liguei para minha amiga Vanessa e lhe contei tudo o que se passava comigo. Ela acabara de voltar de um estudo bíblico e disse que as pessoas com quem estudava estavam orando por mim. Eu sabia que não havia telefonado por acaso. Deus respondera às orações delas e me estendera a Sua misericórdia.

Eu não acreditava em Deus, mas ela me convidou a aprender a respeito dEle, e aceitei. Ela me apresentou Margarete, que me contou de um Deus que eu não conhecia – um Deus que é amigo íntimo, bondoso, amoroso. Era exatamente disso que eu precisava! Começamos os estudos no dia seguinte. Nossos estudos duravam quase quatro horas, porque conversávamos sobre as muitas coisas que aconteciam em nossa vida. Convidei todos os meus amigos das festas para os estudos. Muitos começaram, mas, infelizmente, não continuaram. Uma transformação genuína teve lugar em minha vida. Perdi o interesse pelas coisas que me haviam ocupado antes, e comecei verdadeiramente a amar as coisas de Deus. Após três meses de intensivos estudos da Bíblia, entreguei a vida a Cristo.

Minha família foi contra a minha decisão, até reconhecer que eu havia mudado para melhor. Deus me deu um marido maravilhoso e novos amigos que hoje me trazem alegria à vida. Hoje, meu maior desejo é a minha salvação e a das pessoas que me rodeiam. Por essa razão, faço o possível para testemunhar da melhor maneira, partilhando aquilo em que creio. Tenho grande prazer em trabalhar para Deus!

(Renata Panini Nadaline)