Corações e Amor

Deus é amor. 1 João 4:8.

Coleciono corações. Gosto da sua forma simples e porque são símbolos de amor e afeto.

Eu nem sabia quantos corações havia colecionado, até que os adolescentes da igreja me visitaram e, como brincadeira, começaram a contar os corações, nas fotos, pendurados na balaustrada, e os corações tipo almofadinha com tecido rústico numa guirlanda feita em casa, combinando com o enfeite da lareira. Havia mais de 150. E isso apenas na sala. Depois começaram a contar na cozinha, cujas paredes têm uma barra de azulejos com um coração a cada dez centímetros.

Muitos dos meus corações são feitos de diferentes materiais. Mas eles não são apenas decorativos; os corações me fazem lembrar de diferentes aspectos do amor de Deus.

O coração de feltro é muito macio e me faz pensar na bondade e no amoroso cuidado de Deus. O coração de pedra marmórea vermelha me faz lembrar da força do amor de Deus por mim, que durará para sempre. O minúsculo coração quadro-negro, com seu apagadorzinho de feltro, me faz pensar no Seu amor perdoador, que não conserva registro dos meus erros. O coração que serve de almofadinha para alfinetes, com centenas de pontinhos, me faz lembrar do paciente amor de Deus por mim e da forma como Ele presta atenção a cada detalhe da minha vida. O coração de cristal me faz recordar que Deus tem revelado abertamente Seu amor por mim de mil maneiras diferentes. A guirlanda em forma de coração, feita de arame enferrujado, é como uma coroa de espinhos e me faz lembrar dos sacrifícios que Deus fez porque me ama. O coração feito de tela de galinheiro é como uma cerca que me lembra a proteção de Deus. Um coração de metal polido contém um sininho que me é um lembrete da alegria que Deus coloca na minha vida, para fazer meu coração cantar. Uma vela em forma de coração me convida a permitir que a luz do amor de Deus na minha vida brilhe para os outros.

Ao olhar novamente para meus corações, vejo que não só me fazem lembrar do amor de Deus; eles me inspiram a amar os outros do modo extravagante com que Deus tem amado a mim: com bondade, paciência, perdão, sacrifício, proteção, alegria – para sempre.

(Karen Holford)