Paciência e Impaciência

Sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes. Tiago 1:3, 4

Ser esposa de pastor pode ser um caminho solitário a percorrer, às vezes. Mudanças frequentes, para longe da família e dos amigos, transferência para diferentes igrejas ou países, a procura de novos amigos, ficar muitas vezes sozinha em casa, lutando para aprender um novo idioma se a mudança é para outro país, ou simplesmente tentar encontrar um emprego pode ser difícil e frustrante. Essa tem sido exatamente a minha situação – bem como a experiência de muitas outras esposas de pastor com quem já conversei.

Por que Deus me permitiria sentir-me só, quando procuro realizar Sua obra? Eu deveria estar esfuziante de alegria – não se espera que seja essa uma experiência emocionante? Pelo menos é o que fui levada a crer. Agora, mais uma vez, enfrento uma nova experiência e novos desafios. Tenho de novo a oportunidade de conhecer outras pessoas, aprender um novo idioma e acostumar-me a uma nova cultura. Mas quem, na verdade, gosta de mudanças? Dizem que mudança é bom, mas eu digo: não com tanta frequência! Todas nós já nos sentimos solitárias em algum momento, de modo que não estou só – apenas solitária. Existe uma diferença.

Abraão é apresentado como um exemplo a imitar. Suportou a prova com paciência. Por fim, obteve a promessa com o nascimento de Isaque (Hebreus 6:15). Como a corrida cristã é uma experiência da vida toda, exige paciência e perseverança – perseverança em face de sucessivas dificuldades e desapontamentos, e paciência para aguardar a recompensa prometida ao fim do percurso.

Minha amiga, se você estiver experimentando uma mudança na sua vida hoje, não mais tema a solidão, porque Deus é seu mantenedor e companheiro. Reclame a promessa de Isaías 41:10: “Não temas, porque Eu sou contigo; não te assombres, porque Eu sou o teu Deus; Eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a Minha destra fiel.” Tenho certeza de que você já reclamou essa promesas muitas vezes, assim como eu. Sei que continuarei a fazê-lo.

(Shelly-Ann Patricia Zabala)