Uma amiga improvável
                        Maria Madalena


Um dos aspectos mais intrigantes da vida de Jesus na terra foi sua amizade com as mulheres. Elas não eram valorizadas naquela cultura. Contudo, Jesus era seguido por mulheres fiéis que eram suas amigas íntimas.

Havia um grupo de mulheres que viajava com Ele e os discípulos que os sustentava financeiramente (Lc 8:1-3). Uma delas era Maria Madalena, de quem Jesus havia expulsado uma casta de sete demônios. Ela não queria ficar longe daquele homem, que a tratara com tanto amor e respeito, por isso viajava com Ele e ajudava a cuidar de suas necessidades materiais.

Maria Madalena tornou-se uma das amigas mais fiéis de Jesus. Ficou ao lado da cruz enquanto Ele morria (Jo 19:25), assistiu ao seu sepultamento (Mateus 27:61) e retornou ao sepulcro no domingo de manhã para levar especiarias para ungir seu corpo (Marcos 16:1).

Quando Maria chegou ao sepulcro e descobriu que a pedra havia sido retirada da entrada, temeu o pior: que ladrões tivessem arrombado o sepulcro e roubado a corpo de Jesus. Nem em seus mais fantásticos sonhos ela poderia ter imaginado a alegria que a esperava. Jesus havia ressuscitado dos mortos! E Ele apresentou-se a ela antes de aparecer a qualquer outra pessoa.

Ela não o reconheceu de imediato. Talvez a aparência de Jesus tivesse mudado, ou ela não conseguisse enxergá-lo com nitidez por ser ainda bem de manhã. Mas quando Jesus a chamou, com doçura, reconheceu seu Salvador e amigo. Maria respondeu-lhe com ternura e amor, chamando-o de "Raboni" ou Mestre. Em sua alegria deve ter abraçado Jesus, pois Ele disse, Não me detenhas" (Jo 20:17).

Talvez isso significasse que ela e os outros discípulos deveriam tornar-se menos ligados à presença física de Jesus, pois Ele voltaria para o céu. Mas Jesus também lhe deu uma incumbência. Como fora a primeira a ver o Cristo ressurreto, era responsabilidade dela proclamar as boas-novas ao resto dos discípulos. Que feliz tarefa!

O fato de Cristo ter escolhido uma mulher para anunciar mensagem tão importante, numa cultura que não a aceitava como testemunha oficial, revela o valor que Ele atribuíra a Maria. E assim como Maria fez, você também pode se entregar por inteiro a Cristo, em amor, amizade e serviço - pois Jesus vai sempre valorizá-la e nunca a decepcionará.



Para saber mais a respeito de Maria Madalena, leia Mateus 27:55 à 28:10; Marcos 15:40 à 16:11; Lucas 8:1 à 3; 24: 9 à 12; João 19: 25 à 27; 20:1 à 18.