Nas Selvas

Na metade do século XVII David Brainerd ouviu a respeito de uma tribo de índios selvagens que viviam nas florestas de Nova Jersey.

Ele sentiu que Deus o estava chamando para ir e pregar-lhes de Cristo. Quanto mais orava a respeito, mais ardia em seu coração a convicção de que Deus realmente o chamava. Fez todos os planos e iniciou a jornada através do deserto, até encontrar-se nas proximidades da aldeia indígena.

Ali acampou por algum tempo para descansar e orar, a fim de que os anjos o protegessem naquela perigosa aventura. Quando finalmente chegou às suas palhoças, ele ficou maravilhado ao ver que toda a tribo safra vinha para encontrá-lo, como se ele fosse um amigo há muito esperado. Ele pensara encontrar inimigos hostis, mas dirigidos pelo chefe, ele foi saudado e reverenciado como se fosse um profeta.

Permaneceu entre eles e pregou, logo construindo uma igreja cristã de 70 a 80 membros. Muitos anos mais tarde foi que se descobriu o segredo da recepção amigável de então. Os vigias indígenas o haviam descoberto quando ele viajava ao encontro deles e decidiram matá-lo assim que se recolhesse à sua tenda.

Espreitando entre as dobras da tenda, eles o viram ajoelhado em oração. Observando mais, viram uma cascavel enrolada a seus pés, permanecendo quieta por um pouco, rastejou para fora da tenda em direção ao outro lado.

Os vigias correram de volta à sua vila e contaram com grande excitamento que um homem sob a proteção do Grande Espírito estava vindo até eles.


Eric B. Hare