Milagre no corredor da morte

E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. II Cor. 5:17.

Sam Tannyhill teve uma infância difícil. Seus pais se divorciaram quando ele tinha cinco anos, e ele passou a viver de casa em casa, o que o deixou desnorteado e com a sensação de que não era querido. Aos dez anos, começou a cometer pequenos furtos, passando a crimes mais graves. Foi julgado e sentenciado à prisão. Posto em liberdade, depois de cinco anos, assaltou um restaurante e seqüestrou a garçonete. O corpo da moça foi descoberto no dia seguinte. Ela fora espancada até a morte.

Sam foi preso e condenado à cadeira elétrica. Um dos muitos cristãos que o visitaram na prisão, levou-lhe uma Bíblia, presente do seu filho de nove anos, e disse: "Meu filho falou que você pode ficar com ela, mas terá que lê-la." Muitos dias depois, desinteressado, Sam resolveu abri-la apenas para combater o tédio. Ele conta o que aconteceu:

"Comecei com Mateus, e li todo o Novo Testamento. ... Eu era ... um assassino, mas encontrei pessoas na Bíblia que também eram fora-da-lei. Fiquei perturbado, e desejei aquela paz mental que Deus estava oferecendo; mas como poderia obtê-la? Será que Ele responderia a um homem como eu?

"Tentei orar, mas, minhas orações nunca saíram da cela. Orava por ajuda, mas continuava agarrado ao mundo com as duas mãos. Tentei outra vez. Por três dias, não existiu na Terra um ser mais miserável do que eu. ... Caí de joelhos e confessei todos os pecados de que pude me lembrar. Pedi a Deus que, caso tivesse esquecido algum, que Ele também o perdoasse.

"Nunca senti algo tão maravilhoso em minha vida, e queria dizer isso a todo mundo. Sim, senti o Espírito de Deus trazendo o Seu amor ao meu coração. Posso dizer que não há pecado tão negro que o sangue de Jesus Cristo não possa deixar branco como a neve. Estou no corredor da morte, mas sinto-me mais livre do que nunca. Não tenho o menor medo da morte."

Cristo aceita pecadores desesperados. Ele nos assegura: "o que vem a Mim, de modo nenhum o lançarei fora". João 6:37. Se você já entregou sua vida a Jesus, por que não renovar essa entrega? Se nunca entregou, por que não fazê-lo agora?